Archive for the 'histórico' Category

08
mar
11

2053 bombas nucleares

Nuclear Detonation Timeline “1945-1998”

Anúncios
21
mar
10

cadeiras na arte #03


‘formulation (stance)’ by tony cragg, 2000


‘kinetic furniture’ by theo kaccoufa, 2000


‘soft office with office chair’ by loris cecchini, 2001


‘gap’ by loris cecchini, 2001


‘haini’ by franz west, 2003.


‘installation’ by doris salcedo, in 2003


‘folding chair’ by iván navarro, 2005


‘untitled’ by kutlug ataman, 2004


‘neon tube chair’ by paul tames van den berg, 2005


‘pencil installation’ by kerstin schulz, 2005


‘massage chair installation’ by yang zhenzhong, 2005


‘the black hole’ by michel de broin, 2006.


‘his chair’ by chiharu shiota, 2006.


‘relativistic loop corrections to the chair function’ by loris cecchini, 2007

fonte: still life with chair in designboom

20
mar
10

cadeiras na arte #02


‘MAgriTTA chair’ by by sebastian matta, 1970


‘neon table and chair’ by joe rees, 1975


‘brushstroke chair’ by roy lichtenstein, 1986


‘untitled’ by daniel spoerri, 1988.


‘shit in your hat – head on a chair ’ by bruce nauman, 1990


‘splatter chair’ by richard artschwager, 1992


‘chair table and flower pot’ by roy lichtenstein, 1992


‘unknown’ by louise bourgeois


‘seat for the rich on the lap of the poor’ by stepven cohen, 1993


‘table and chair’ by rachel whiteread, 1994


‘chair pool’ by dennis oppenheim, 1996


‘chair transformation number 20B’ by lucas samaras, 1996


‘the love difference table’ by michelangelo pistoletto, 1998


‘untitled’ by tom friedman, 1999

fonte: still life with chair in designboom

18
mar
10

cadeiras na arte #01


‘bicycle wheel’ by marcel duchamp, 1913



‘singer chair (for short visits)’ by bruno munari, 1946


‘chair with drawing by artist saul steinberg, circa 1952


‘pilgrim’ by robert rauschenberg, 1960


‘kichka’s breakfast’ by daniel spoerri, 1960


‘shirt with objects on a chair’ by claes oldenburg, 1962


‘wrapped chair ’ by christo,1961


‘fat chair’ by joseph beuys, 1964


‘untitled’ by pieter engels, 1964


‘table and chair’ by richard artschwager, 1964


‘one and three chairs’ by joseph kosuth,1965


‘untitled’ by lucas samaras, 1965


‘ladder and chair’ by alighiero boetti, 1966


‘chair’ by allen jones, 1969


‘chairs and table’ by donald judd, a series started in 1973

fonte: still life with chair in designboom

30
set
09

Kant em Foucault

O importante da revolução é “a simpatia de aspiração que beira o entusiasmo”, esse é o signo do acontecimento!

O que é significativo é a maneira pela qual a revolução se faz espetáculo, é a maneira pela qual ela é acolhida pelos espectadores que não participam dela, mas que olham, que assistem e que, ou bem ou mal, se deixam arrastar por ele.

revolucao francesa

21
abr
09

história ou estória

Dia de Tiradentes (21/04)

Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, nasceu em Minas Gerais, em 1746. Aos nove 9 anos ficou órfão de mãe; aos 11, órfão de pai. Bem cedo começou a trabalhar como vendedor ambulante; mais tarde, tornou-se dentista – daí seu apelido -, depois ingressou na carreira militar e chegou ao posto de alferes (hoje segundo tenente).

Naquela época, as forças opressoras dos colonizadores privilegiavam pessoas de origem portuguesa em detrimento dos brasileiros natos, que eram obrigados a pagar altos impostos. Destes, o mais pesado obrigava o mineiro a entregar a quinta parte da extração de minério à Coroa portuguesa. O não-pagamento do quinto dava origem à de “derrama”, ou seja, cobrança à força de impostos extras. Esse regime gerava descontentamento geral e um clima de insurreição entre os colonos.

Um grupo de intelectuais se uniu então, em prol do fim da derrama e em favor da independência do Brasil; entre eles, estava Tiradentes. O movimento recebeu o nome de “Inconfidência Mineira” e tinha objetivos bastante audaciosos:
– realizar um levante armado no dia da derrama;
– proclamar uma República, cuja capital seria São João del Rei;
– abolir a escravidão;
– fundar uma universidade em Vila Rica, nos moldes da Universidade de Coimbra;
– tornar obrigatório o serviço militar, com prêmio para as mães de convocados;
– confeccionar uma bandeira com um triângulo vermelho dentro de um retângulo branco, com os dizeres Libertas quae sera tamem, (Liberdade ainda que tardia).

Um de seus companheiros, Joaquim Silvério dos Reis, denunciou o grupo; todos foram presos. Os acusados acabaram desertando. Mas tarde, foram degredados para a África. Tiradentes, porém, manteve-se fiel ao ideal, assumindo toda a responsabilidade pelo movimento.

Aos 21 de abril de 1792, Tiradentes foi enforcado no Rio de Janeiro, sob a acusação de alta traição. Seu corpo foi esquartejado e espalhado por pontos estratégicos da cidade, para coibir futuros opositores.

Pelo seu martírio em prol dos ideais de liberdade da pátria e do indivíduo, Tiradentes foi nomeado Patrono Cívico da Nação Brasileira, e a data de sua execução foi instituída como feriado nacional.

fonte: ilhado

25
jan
09

São Paulo, A Sinfonia da Metrópole

“Teaser” do projeto de relançamento do filme “São Paulo, A Sinfonia da Metrópole”, um clássico do cinema mudo brasileiro. O projeto prevê a gravação de uma trilha musical orquestral para o filme, para que o mesmo possa ser exibido em cinema, TV e DVD sem necessidade de música executada ao vivo.

Produzido em 1929 por Rodolfo Lustig e Adalberto Kemeni, o filme “São Paulo, A Sinfonia da Metrópole” documentou a cidade num momento de transição, quando ela deixava de ser apenas um entreposto comercial (ex. café), e se tornava o maior centro industrial e financeiro do pais.
Neste “teaser”, está sendo usada a abertura instrumental da canção “Correnteza” (Jobim, Bonfá), executada pela Orquestra Popular de Câmara.

Maiores informações no www.catalisadora.com.br