10
jun
08

pólis e philía

Para Cício, fundador da Stoa, o homem traz a cidade no coração, e para onde for o cosmo está consigo, e os laços de “philía” (amizade) podem ser acionados e reconhecidos diante de qualquer outro homem, que fará o mesmo.

Rachel Gazolla – Reflexões Ético-Políticas Sobre as Raízes da Noção de Liberdade na Filosofia da Grecia Antiga.

Ressalva: é bom marcar que para um filósofo grego antigo a “pólis” (cidade) é como a essência do homem, o indivíduo atua e se reconhece no grupo. Para um estóico, cuidar de si mesmo está vinculado ao cosmo, seu verdadeiro e divino solo protetor, criador do seu ser.

Anúncios

0 Responses to “pólis e philía”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: