17
abr
08

a visão incomum do lugar comum

não é fácil transcender o que de imediato os olhos captam. precisamos, num certo sentido, pensar com os olhos p que construamos o objeto e seu entorno enquadrados na nossa forma de perceber o mundo. em outro é melhor nos certifiquemos de estarmos abertos/puros/prontos o suficiente para absorver algo.

olhos apurados podem perceber mais detalhes, assim como olhos paisagísticos construirão relações do cenário todo e suas perspectivas. o artista que frui a cidade vai das paisagens distantes aos pequenos rachados na calçada q atravessa.

a formulação de sua imagem esta sempre em construção, a valoração das experiências vem de uma consciência preocupada no sentido de registrar o mundo com sua arte.

transcorrer a cidade e sempre estar disponível p captar o q ela mostra é um exercício constante e vem com um desapegar de formulas prontas e pre-estabelecidas.

Anúncios

0 Responses to “a visão incomum do lugar comum”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: